Universidade Federal de São Paulo

Escola Paulista de Política, Economia e Negócios

Rua Angélica, 100

Jd. das Flores, Osasco - SP

06110-295

Telefone: (11) 2284-6900

Onde estamos

Apoio

.

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 by Lasintec.

Evento

“Por questões de segurança”: a violência institucional e o
embate entre segurança e liberdade nas democracias


Local: EPPEN-UNIFESP
Rua Angélica, n° 100 - Jd. das Flores - Osasco - SP - CEP: 06110-295

Telefone: (11) 2284-6900
Realização: LASInTec (Laboratório de Análise em Segurança Internacional e
Tecnologias de monitoramento) – Departamento de Relações Internacionais da EPPEN-UNIFESP

Coordenação: Acácio Augusto (LASInTec/UNIFESP)


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Proposta geral:
Caminhando para a terceira década do século XXI, o Brasil e vários países da América Latina ainda padecem das reminiscências violentas e autoritárias legadas das ditaduras militares em contexto de Guerra Fria. Naquele momento, a violência institucional e o terrorismo de Estado estavam assentados em uma política nomeada
Doutrina de Segurança Nacional.

 

Hoje vivemos um outro momento de configuração das violências e autoritarismos em nome da busca por segurança sob uma roupagem democrática, ao menos do ponto de vista jurídico-político. Se a configuração institucional do autoritarismo do século XX se expressava como militarização dos postos de condução política (presidentes militares), hoje há uma civilização dos militares que ocupam postos de condução da política institucional por meio do ritual democrático formal (militares reformados tornados políticos).


Esse ciclo de debates tem o objetivo de levantar questionamentos sobre a atual configuração do autoritarismo no Brasil e suas conexões planetárias. Como se dão as relações entre política e violência hoje? Quais as formas de violência institucional na democracia contemporânea? Como a busca por segurança atinge as liberdades democráticas por meio da militarização do sistema de justiça criminal e, consequentemente, dos espaços urbanos? Como essas formas autoritárias da democracia se expressam globalmente nos programas de combate ao terrorismo e ao chamado narcotráfico?


Sem a pretensão de esgotar as questões da relação entre segurança e violência nas democracias contemporâneas, convidamos pesquisadores e militantes para traçar
diagnósticos sobre a violência institucional e o embate entre segurança e liberdade no
Brasil hoje.

Mesa 1: Política e violência: formas contemporâneas da exceção
29 de março de 2019 – sexta-feira às 18hs, Sala 202.


Como se apresentam hoje as relações entre o exercício da violência (para além do
formal monopólio legítimo) e as configurações institucionais da democracia? Propõem-
se discutir a “violência como forma de poder” e o exercício do poder como uma forma
de violência diante de suas novas conformações jurídico-políticas no Brasil e no planeta.


Integrantes da mesa:
Vera Telles (USP)
Jonnefer Barbosa (PUC-SP)
Edson Teles (UNIFESP)

Ivo Ferreira (LASInTec)


Mesa 2: Segurança, democracia e direitos humanos
12 de abril de 2019 – sexta-feira às 18hs, Auditório Prof. Dr. Antônio Roberto Espinosa


No período de maior tensão da chamada Guerra Fria, os Direitos Humanos tiveram um
papel decisivo nas lutas contra governos autoritários, fosse no leste ou nos países
ocidentais da Europa, fosse nas ditaduras na América Latina. Hoje, a defesa dos direitos humanos é, simultaneamente, alvo de críticas de grupos políticos autoritários e via de legitimação de políticas de controle, monitoramento e de segurança. Qual o papel dos direitos humanos nas democracias hoje? Como seus defensores (ativistas e
organizações) encarnam essa ambiguidade entre segurança e garantia de liberdades e
direitos fundamentais? Uma duplicidade que se manifesta tanto nas questões nacionais de Segurança Pública, quanto em Segurança Internacional.

 

Integrantes da mesa:
Otavio Dias de Souza Ferreira (USP)

Esther Solano (LASInTec/UNIFESP)
João Paulo Gusmão Pinheiro Duarte (LASInTec)

Milena Cunha (LASInTec)


Mesa 3: Qual democracia? Autoritarismo e criminalização das lutas hoje
26 de abril de 2019 - quarta-feira às 18hs, Sala 202


Como descrever as democracias hoje? A despeito do triunfalismo dos anos 1990 da
democracia neoliberal globalizada, não faltam exemplos de perseguições aos que lutam por mais liberdade e igualdade. Elas se dão por meio de processos cada vez mais sofisticados de controles, criminalizações e extermínios. Como pensar a democracia na atualidade quando esta se tornou via de ascensão, desde 2016, de líderes autoritários como Donald Trump (EUA), Matteo Salvini (Itália), Viktor Orban (Hungria), Sebastian Kurz (Áustria), Rodrigo Duterte (Filipinas), Abdelaziz Buteflika (Argélia) e Jair Bolsonaro (Brasil)?

 

Integrantes da mesa:
Movimento Passe Livre - São Paulo (MPL-SP)
Camila Jourdan (UERJ/ADEP)
Matheus Marestoni (LASInTec)

Renato Ortega (LASInTec)

EVENTOS PÚBLICOS
O LASInTec promove conversa públicas regulares e abertos ao público em geral com objetivo de apresentar pesquisas sobre os temas de segurança, democracia, direitos humanos e liberdade. No início de cada semestre publicamos aqui a programação desses ciclos de debates.

 

PROGRAMAÇÃO 1.2019


Por Questões de Segurança”: a violência institucional e o embate entre segurança e liberdade nas democracias.


Local:

Auditório Prof. Dr. Antônio Roberto Espinosa – EPPEN-UNIFESP
Rua Angélica, n° 100 - Jd. das Flores - Osasco - SP - CEP: 06110-295
Telefone: (11) 2284-6900

 

Realização:

LASInTec (Laboratório de Análise em Segurança Internacional e Tecnologias de monitoramento)


Departamento de Relações Internacionais da EPPEN-UNIFESP


Coordenação: Acácio Augusto (LASInTec/UNIFESP)


Confira à esquerda a programação completa.

REUNIÕES ABERTAS
Além das reuniões semanais regulares com os pesquisadores integrantes do laboratório,
o LASInTec promove discussões mensais em torno de uma escrito específico: um
artigo acadêmico, um livro, uma pesquisa de mestrado ou doutorado, um panfleto, um
discurso. Essas reuniões ocorrerão sempre na última quinta-feira do mês no prédio da
EPPEN-UNIFESP. Ela é aberta a todos os interessados no texto e no tema escolhido do mês: estudantes e egressos da UNIFESP e de outras universidades, técnicos
educacionais, militantes de movimentos sociais, operadores do Direito, qualquer
cidadão interessado. No começo do mês publicaremos aqui qual será o texto debatido, local (sala) e horário das discussões. Os interessados deverão enviar e-mail para lasintec@riseup.org com uma semana de antecedência para podermos viabilizar um espaço adequado.


29 de Março de 2019:
David Lapoujade. “Fundar a violência: uma mitologia?”. Tradução Paulo Neves.


ATIVIDADES EXTERNAS DOs PESQUISADORES
Abaixo link com as atividades realizadas por pesquisadores do LASInTec em outros
espaços.